A Printmaking Project from the Research Institute in Art, Design and Society (i2ADS) of the Faculty of Fine Arts of the University of Porto About – Pure Print

About

PURE PRINT PORTO, encontro internacional de gravura na sua quinta edição, começa dia 20 de Março de 2018 na FBAUP. PPP é apenas um PORTO de arranque, para um encontro que segue da cidade do PORTO para PORTO ALEGRE, Brasil, no Instituto das Artes da UFRGS. No primeiro porto, o encontro entre a gravura e a herança gráfica ainda possível numa cidade em rápida mudança e uma proposta intensa de workshops baseados na gravura in situ.
Durante três meses, apostamos nesta fuga à rotina e aos espaços de referência situados em contexto académico, e, na cidade, em lojas- livrarias, encadernadoras, drogarias – sucedem-se os registos do natural, as demonstrações técnicas, as conversas, numa verificação de novos contextos experimentais para a criação da gravura. Pretende-se equacionar o contexto urbano, as suas histórias e as que se cruzam com os contextos geográficos, culturais, históricos, dos formadores que se deslocam ao Porto, num total de sete artistas, provenientes de Kaunas, Lodz, Riga, Wroklaw, Talin.
Neste encontro, propõem-se atividades que testem a difícil relação entre exterior e interior na gravura, e nos seus cruzamentos com o vidro e têxtil, entre exigência de espaços oficinais especializados e a vontade em estabelecer uma relação mais intensa com a rua. O objectivo não se esgota no transformar e recriar o entendimento da gravura pela observação persistente de determinado local. A intersecção com a cidade com a recolha de materiais e processos, propõe uma valorização de uma cultura material numa relação em ensaio constante.

O programa deste encontro inclui :

1. Série de workshops (PURE PRINT -WORKSHOPS) distribuídos ao longo de três meses organizados tematicamente.
2. Série de exposições individuais (PRINT PROPOSALS) a partir dos trabalhos dos artistas constantes do programa que se dirijam e confrontem as relações entre as técnicas clássicas da gravura e os diversos contextos experimentais da contemporaneidade.
3. Demonstrações abertas (PRINT PROBLEMS) segundo a dinâmica do encontro, de acesso livre, que ao longo dos meses sucedem-se nos vários espaços definidos.
4. Programa complementado por conversas (ARTIST TALKS) organizadas em torno das exposições individuais e dos cruzamentos tecnológicos e disciplinares da gravura.

De anteriores edições, mantemos workshops com estrutura idêntica aos agora ensaiados em MOVING STREET. Para se ter uma ideia dos ambientes criativos em causa, sugerimos uma consulta a estes dois videos produzidos a partir do workshop “Casa Soleiro: wood engraving”, na edição de 2015 do  IN PURE PRINT.

.